Terapias por Ondas de Choque

Tratamento por Ondas de Choque

ondas_01
ondas_02

O Que é Tratamento Por Ondas de Choque?
A Terapia por Ondas de Choque é um tratamento médico que tem o objetivo de melhorar a dor e estimular o processo de cura biológica em tendões, músculos e ossos.
A tecnologia das Ondas de Choques foi usada inicialmente, há mais de 40 anos, para tratamento de cálculos renais (pedras no rim). Baseando-se nos estudos nesta área, evidenciou-se o potencial de estímulo biológico das ondas de choque, que vem sendo aplicadas há mais de 20 anos para o tratamento de diversas patologias ortopédicas e no tratamento da dor crônica.

Indicações
O tratamento por ondas de choque está indicado para pacientes com algumas patologias ortopédicas crônicas, que já tenham se submetido aos tratamentos convencionais como medicação ou fisioterapia sem resposta adequada, podendo ser indicado como tratamento único ou adjuvante à outros tratamentos.

O tratamento por ondas de choque é uma opção terapêutica menos invasiva nos casos em que o próximo passo seria a cirurgia.

As patologias mais frequentes tratadas por este método são:
– Fasceite plantar com ou sem esporão de calcâneo.
– Epicondilite lateral e medial de cotovelo (cotovelo do tenista, tennis elbow ,cotovelo do golfista)
– Tendinopatia Calcárea de ombro.
– Tendinopatias do Manguito Rotador.
– Tendinopatia posterior do calcaneo ou do aquiles.
– Bursite Trocantérica e tendinopatia do glúteo.
– Tendinopatia Patelar.
– Pubalgia com tendinopatia de adutores.
– Pseudoartroses e Retardo de consolidação de fraturas.
– Pontos gatilhos ou dor miofascial.

Contra Indicações
– Pacientes com distúrbios de coagulação sanguínea
– Na zona de crescimento dos ossos de crianças.
– Gestantes.
– Tumor maligno na área de aplicação
– Em pacientes que fazem uso de marca passo(dependendo do local da lesão)

O Tratamento
O tratamento varia um pouco de acordo com cada patologia, mas em termos gerais é constituído por 3 aplicações com intervalo semanal..
A aplicação não é invasiva , geralmente não necessita de anestesia local ou sedação, e não deixa nenhuma cicatriz.
Pode haver um quadro de dor local de leve a moderada intensidade durante a aplicação, e em poucos casos deixa pequeno hematoma local que é absorvido em poucos dias.
O paciente pode notar melhora imediata após cada  aplicação mas o efeito real da terapia será atingido após 2 a 3 meses das aplicações devido ao processo de resposta biológica após o tratamento.
Semelhantemente ao que ocorre com outros tratamentos, existem casos onde não se obtém a cura. Felizmente o insucesso corresponde à menor parte dos casos, pois a literatura médica aponta que o sucesso deste método tem sido atingido em cerca de 70 % a 80 % dos casos com indicação precisa para o tratamento.

Agende uma consulta para fazermos o diagnóstico de sua patologia, verificarmos qual melhor tratamento para seu caso e esclarecermos melhor sobre a doença e os tratamentos possíveis.